segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Paciência............ paciência.............. paciência.............

Ai, tô muito sem paciência! Irritadiça mesmo! Odeio ficar assim mas quando eu vejo já foi...............

E a Julia tá terrivelmente manhosa....... e me testando a toda hora....... aí eu brigo com ela e lá vem o bico........ coça os olhinhos e chora................ mesmo que me matar esse choro de quem está magoada! Eu tento não perder a calma porque vê-la chorar me parte o coração e além disso ela não tem nada a ver com meu stress............. mas tem horas que não dá. Hoje de manhã o cabelo dela estava só o nó porque ela não me deixou pentear ontem a noite depois do banho. Aí foi um trabalhão pra desembaraçar e ela só se mexendo e derrubando a chupeta e querendo pegar as coisas do chão...... aiiiiiiiiiiiiiiiii.............. pior que briguei com ela pra ela ficar quieta e passei o resto do dia me sentindo péssima. No carro, a caminho da escola, ela ía super calada............. bem feito pra mim!

Eu tento mentalizar que ela só tem dois anos............ eu que tenho alguns (poucos) a mais é que tenho que ser racional e conduzir tudo com tranquilidade. Fico repetindo pra mim mesma paciência, paciência, paciência! Mas o nhém, nhém, nhém tem horas que me tira do sério!

Agora à noite consegui não brigar. Ela veio da escola querendo sorvete e o nosso combinado é que sorvete é só às sextas-feiras. Foi choro sem lágrima da Ypioca até o anel viário! Eu resolvi que o melhor era ficar calada. Só falei pra ela que quando ela parasse de chorar a gente conversaria. Ela parou de chorar quando percebeu que não estava dando trela e quando paramos na padaria não pediu sorvete....... batalha vencida!

Mas nem sempre dá pra ignorar. E muitas vezes eu estou ocupada e ela começa a me chamar por nada......... mãe! mãe! mãe! Às vezes não é nada, às vezes é pra eu brincar com ela........ e quando eu estou ocupada fico doidinha com isso. Quando eu estou trabalhando então............

Aí li um dia desses que esse "chamamento" da criança é normal. Que faz parte do desenvolvimento e que não deve ser tolhido.................

do livro "Cuidado, afeto e limites - uma combinação possível"(Capelatto e Martins Filho)
 
A criança vive solicitando a mãe por meio de um apelo às vezes verbal, às vezes corpóreo: ela se machuca, "faz" febre sem causa aparente... quando adolescentes ou quando adultos, não importa a idade, sempre estamos fazendo pedidos. Então, quanto mais saudável é a criança, mais pedidos ela faz dentro de casa. E aí é assim: "Mãe, mãe, mãe" (...)

O que é uma criança saudável? É uma criança que solicita muito, que enche a mãe de pedidos. A mãe, então, começa a se irritar porque não tem sossego. Ela não tem nem o saber, nem a intuição de que esses pedidos, que realmente a irritam, são formas fundamentais de construção da identidade do filho. (...)

Quando a mãe vai ao consultório, chega pensando que tal comportamento é ruim. No momento em que ouve que aquilo é, na verdade, sinal de saúde, entra em desespero, porque é ela que tem que atender a esses pedidos. Por vezes a mãe trabalha e tem que enfrentar situações constrangedoras -- o telefone toca no meio de uma reunião e a criança dispara a falar. Que transtorno! A mãe está trabalhando e considera isso uma invasão de sua privacidade. Mas não é, afinal ela é a mãe. O papel que ela exerce como médica ou como advogada não interessa ao filho. Ele não tem isso na cabeça, ele quer a mãe, só quer ouvir sua voz: "ta bom, filho". Às vezes liga só para contar: "Mãe, eu já tomei o leite". E ela pensa: "Que loucura, ele me liga para isso!". Essa irritabilidade da mãe, sentindo-se invadida por um filho saudável, pode fazer com que ela iniba essa atitude sadia e o transforme num filho doente. E como ela pode fazer isso? Atendendo com condescendência ou indiferença: "ah, tá bom. Estou ocupada agora". Essa indiferença faz com que os pedidos diminuam ou passem a ser feitos a outra pessoa. Se for uma pessoa saudável, tudo bem. Caso contrário...



E agora?????? PACIÊNCIA......... PACIÊNCIA............ PACIÊNCIA...........  e haja terapia pra me redimir da culpa quando eu, muito humana que sou e nada perfeita, não conseguir ter paciência!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

Eduardo Andrade Filho disse...

SUPER me identificoooo!!! Ser mae de um pequeno de 2 aninhos é um delicioso exercicio de paciencia.....
Bjs e parabens pelo Blog!!!!!!!!

Diana disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk Desculpa Inha mauhauahau Mas me lembro de quando eu era pekena de ficar chamando o nome da mamae mauhauahauhau Só pra chamar mesmo!!! Depois eu dizia: Nada não! É só pra saber se a senhora ta ai!!!! Da um bjo na Julinha pra mim!!!! Diana.

Syl disse...

Sarah........... realmente vc disse tudo: Ser mae de um pequeno de 2 aninhos é um delicioso exercicio de paciencia.....

Agora eu vou fazer como os Alcoólicos Anônimos: por hoje não! Por hoje eu não vou perder a paciência!

beijosssssss

Syl disse...

Diana, imagino a encheção de saco no ouvido da tia Linda........ nã............ era uma santa pra te aguentar............rsrsrsr........ pior que eu chamava a mamãe e quando ela perguntava o que era eu respondia: nada, é só pra dizer mãe! rsrsrsrsrrsrsrs

Diana disse...

Ah eh né? Então nao Reclama rsrsrs Tu fala da mamae mas o sonho da vida dela eh que eu volte pra casa! Ve la o depoimento que ela escreveu pra mim hoje no orkut!!! Fiquei chorando aqui no meio do trabalho! Cuidado pra nao chorar tb rsrsrs