sábado, 20 de novembro de 2010

A Independência!

Eu sei que hoje não é 7 de Setembro, mas vou falar de independência sim! Independência da Julia. A bichinha é arretada, não quer ajuda pra quase nada! Tudo ela diz: "não mamãe, só a Julia!" ou então: "deixa eu fazer sozinha!"

Agora me diz o que uma criança de 2 anos e meio pode fazer sozinha? Ela quer comer sozinha (faz a maior lambança, mas eu deixo), quer tomar banho sozinha, quer se vestir sozinha, quer escovar os dentes sozinha, quer cantar sozinha (acho que ela não gosta da minha voz.......rsrsrsrsrs), quer subir nos móveis sozinha, quer escolher roupa e sapato sozinha.......

Tem dias que ela sai com cada combinação............ outro dia foi pro shopping de bermuda, batinha e bota! Aí demos de cara com a Joana, coordenadora da escola. Foi de cara com ela e eu de cara no chão! De vergonha! Como é que a mãe arruma a filha tão marmotosa? Mas não fui eu, juro!

Pra tomar banho tem sido uma novela. Ela só quer lavar o cabelo sozinha, mas obviamente ela não tem coordenação motora e nem paciência (nessa idade a paciência pra certas coisas é curta demais!) pra lavar o cabelo BEM LAVADO sozinha. Mas também não me deixa ajudar. Eu tento negociar dizendo que eu faço em cima da cabeça e ela faz atrás e que depois a gente troca, mas confesso que não tenho conseguido muito êxito............. o que eu consigo esfregar a cabeça dela é meio "na marra" mesmo.........E escovar os dentes então tem sido um suplício, porque ela acha que pode só. Aí fico me lembrando de quantas mães eu chamei a atenção por deixarem os filhos escovarem os dentes sozinhos nessa idade........... elas diziam: "mas dra, ele não me deixa escovar, quer escovar só" e eu só respondia que nessa idade eles não tem capacidade pra fazer sozinhos e que elas tinham que escovar (mas isso com um tom de quase chamando a mãe de sem pulso com a criança). É..... quando o calo é na gente o sapato aperta..............

Entrar e sair de brinquedos e ambientes, subir em móveis (com minha total reprovação), abrir e fechar portas, ligar e desligar aparelhos eletrônicos e lâmpadas é com ela mesma. SOZINHA! Ai de mim se me meter a besta de querer ajudar. É capaz dela dizer: "sai, mulher!"............ ainda não consegui eliminar o "mulher" do vocabulário dela...... No dia do aniversário da Luna os monitores do buffet ficavam impressionados com independência dela. E como ela conseguia fazer a maioria das coisas a que se propunha. Tá, eu sou coruja, mas não estou exagerando, viu?

Hoje no shopping, pela primeira vez, deixei ela brincar no parquinho, aqueles fechados, carésimos (por isso que nunca tinha deixado.......ahahahaha). Pensa que ela olhou pra trás? Nem aí pra mim....... foi brincar. A monitora ficava ao lado dela o tempo todo pra ajudar............. ela nem aí pra moça............

Depois fomos ao supermercado. Sempre que estou com ela, pego os carrinhos que tem um "carro" pra criança "dirigir" pra ver se ela fica quieta. Mesmo que nada. Ela desce o tempo todo do carrinho pra escolher o que quer comprar, vai de shampoo do patinho a desinfetante. Quando olho meu carrinho está cheio.


E aí vem mais um dilema da minha vida de mãe: até que ponto devo deixar por conta dela, pra que ela aprenda realmente a ser indepente? E em coisas essenciais como higiene pessoal, como lidar com o "grito de independência" sem abrir mão do cuidados básicos com a saúde? Enquanto não encontro as respostas adequadas, vou usando meu instinto e não abro mão de certas coisas cruciais como a escovação noturna, as outras eu até deixo por conta dela. O cabelo eu vou na marra, como já disse e a roupa, se não for uma ocasião especial, passo vergonha mesmo. Em relação a abrir e fechar portas eu deixo, sempre chamando atenção sobre os cuidados com os dedinhos, mas juro que tem horas que queria um manual, que garantisse 100% de êxito na educação, mas aí perderia a graça, né? Ai, Jesus, como é difícil educar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

Diana disse...

Ain.... to ficando com medo! Quero mais um pra mim não... ~~~

Syl disse...

Não fique com medo! É a melhor coisa que existe na vida! Quando vc tiver o seu vai se perguntar porque demorou tanto a ter........... eu me pergunto isso todo dia!