sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Ô coisa boa é avó!!!!!!!

Hoje não sei porque estava conversando com minha faxineira sobre o relacionamento da Julia com as avós. Julia é super dada e adora as duas.

Minha mãe não pode curtir a neta como sempre sonhou. Infelizmente elas interagem pouco, não por falta de vontade das duas,  mas por falta de condições da minha mãe mesmo. Mas mesmo assim a Julia gosta muito dela. Pede pra ir na casa dela, sente falta, tenta fazer a avó participar das brincadeiras dela, coloca a avó até pra brincar de roda! Tenho muita pena porque minha mãe tem duas netas lindas e não pode curtir de modo pleno. Não pôde nem me ajudar quando a Julia nasceu............elas se curtem da maneira que é possível, mas sinceramente, me machuca muito não poder contar com minha mãe pra me ajudar e principalmente saber que a Julia dificilmente vai se lembrar de bons momentos com a vovó Ecilda......

Minha sogra é um doce, pessoa fácil de gostar e faz só tudo que a Julia quer. A Julia conhece tão bem a avó que tem, que determinadas coisas ela nem pede a mim, pede à avó porque sabe que eu digo não, mas que a avó não consegue dar um não a ela...rsrsrsrrs. E desde pequenininha, bastava minha sogra chegar que não tinha pra ninguém, a Julia só queria saber dela. Eu sinceramente não tenho ciúmes, muito pelo contrário, acho ótimo! Primeiro que a Julia já é muito grudada comigo, então é bom que ela mude o foco um pouco (bom pra mim e pra ela, quem tem um filho de 2 anos me entende!). Depois, eu nunca curti minhas avós, uma morava longe e a outra morreu quando eu era pequena, então acho que Julia tem mais é que curtir a avó sim! Tem que aproveitar esse amor desmesurado, essa disponibilidade infinita que só as avós tem. Porque a mãe tem as preocupações e responsabilidades do dia-a-dia e o medo do futuro. As avós já passaram por isso e adquiriram a serenidade que a experiência traz. Além disso, não são elas que têm  (ou pelo menos não deveriam ter) a responsabilidade de educar, orientar, alimentar............... Julia perto da avó sempre ganha pipoca, chocolate, afagos, beijos, brincadeiras novas e velhas,  risadas e uma dose enorme de amor!

Acho que isso é o melhor de ter avó: brincar sem pensar no tempo, numa troca constante de amor, num mundo de fantasia. É se sentir a criança mais importante do mundo, mais inteligente, mais bonita, porque a avó acha tudo isso dos seus netos. É comer chocolate a qualquer hora, porque pra ser feliz não tem hora marcada!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

Lianna disse...

Sylvia, desde que vi que vc estava com um blog passo por aqui para dar uma lida no que vc posta. Adoro o que vc escreve e sua visão do mundo, parece muito comigo.
Saudades de vcs. Beijão
Lianna Noronha.