quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Quando a mãe "estica a baladeira" - a culpa!

Julia está bem adaptada na escola nova, não me dá trabalho nenhum para ficar na escola, gosta da professora e dos amiguinhos e aparentemente vai tudo bem com essa grande mudança na vida dela.

A aula dela termina às 11:20 da manhã e eu sempre ía buscá-la nesse horário, saía do trabalho correndo e confesso que estava morrendo de vontade de ir buscá-la mais tarde porque quanto mais tempo eu ficasse no trabalho, menos eu precisaria trabalhar em casa. Aí um dia ela me disse que queria que eu fosse buscá-la mais tarde. Fiquei cheia de ciúmes orgulho da minha pequena tão independente e fiz como ela pediu. Comecei a ir buscá-la mais tarde e quando eu chegava ela já não estava com a professora dela e sim com funcionários da escola, no pátio, junto com os amiguinhos que ainda não tinham ido embora da turma dela e de outras turmas e séries também.

Acontece que terça-feira eu "estiquei a baladeira" com ela. Demorei mais que o costume porque estava resolvendo umas coisinhas pendentes no trabalho e o tempo passou rápido demais. Cheguei na escola quase meio dia e encontrei a Julia sentadinha numa cadeirinha num canto, quietinha, com uma funcionária perto dela. Perguntei o que tinha acontecido e ela veio me abraçar e disse, chorando, que eu demorei demais....... ai que culpa!

Imagem retirada de: baladeiradeparamoti.zip.net


Os amiguinhos dela já tinham ido embora (só tinham crianças de outras turmas) e ela não tem familiaridade ainda com as funcionárias da escola. Eu deveria ter pensando nisso. Na verdade acho que pensei, mas realmente me enrolei pra sair do trabalho e acabei demorando mais do que ela poderia suportar ainda mais nesse horário de fome e cansaço. Prometi que no dia seguinte chegaria cedo (e cumpri!) e graças à Deus esse episódio não teve maiores consequências. Agora me respondam: mãe que tem filho em idade escolar pode trabalhar? Porque estar na porta da escola 11:20 da manhã é dureza...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

Ich, Hausfrau disse...

Menina... que situação, hein! Tadinha! Mas ainda bem que não houve consequencias mais graves para ela.
bjo
Ich, Hausfrau
www.ich-hausfrau.com.br

brasileirasimsenhor disse...

Olá querida imagino como vc se sentiu. Vou lhe dizer que não é fácil. Minha filha mais velha ficava o dia todo na escolinha pois não podia sair mais cedo e me culpava muito. Mas a sua filha esta se adaptando e gostando isso é o mais importante. Super bjs ,Elo

Cristiane disse...

Nossa eu não gostava quando meu pai atrasava de me buscar na escola. Nossa mãe sofre mesmo, mas então se vira nos 30 Sil... Eu também corro até... Cris

brasileirasimsenhor disse...

Querida, passando para lhe avisar que tem selinho para você no blog..Super bje e excelente feriado!!Elo

Syl - Minha Casinha Feliz disse...

Meninas, eu agora tenho procurado chegar mais cedo e sempre combino o horário com ela. E também sempre enfatizo que jamais vou deixar de ir buscá-la. Tem dado certo!

Elo querida, vou já passar pra pegar meu selinho. Obrigada!!!!

Beijos a todas!

Futura mãmã disse...

Ih amiga e duro neah ksksks
Eles querem tempo, outras vezes querem bem juntinho deles neah :D
bjinho

Chris Ferreira disse...

Oi Syl, imagino o que você tenha sentido... que aperto no coração né?

Depois coloca fotos do bailinho de carnaval que vocês foram. Tô doida pra ver.

beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Lavínia Costa Monteiro disse...

Passei pra conhecer o seu cantinho!! beijão