quarta-feira, 30 de maio de 2012

As Paixões da Infância

Julia está apaixonada! Antes que alguém pense que ela está precocemente adultizada, deixa eu esclarecer: é uma coisa totalmente pura, ela não sabe nem o que significa paixão.

Ela sempre gostou muito do primo, o Artur, mas a relação deles sempre foi de amor e ódio. Se amavam mas brigavam feito cão e gato e, se a gente separava um do outro, pediam pra ficar perto novamente. Mas ultimamente eles têm ficado só na parte do "amor" da relação. Brincam juntos numa boa e a Julia curte muito a companhia dele. De uns tempos pra cá, além de curtir brincar com ele, ela fala que vai casar com ele. COMO ASSIM CASAR????? 

Na verdade, casar pra ela, é dançar com o par uma valsa, como ela vê os príncipes e princesas dos contos de fadas fazendo. Inclusive vez por outra ela chama o pai pra "casar" com ela. Eu explico pra ela que pra casar tem que ser adulto então ela fala que vai "casar" com o Artur quando crescer. Só falta avisar pra ele, né?

Bom, o Artur é apenas uma das paixões dela. A outra é o Gustavo, amiguinho da escola. Eu descobri por acaso, conversando com ela. Estava perguntando pelas amigas dela e perguntei com quem ela havia brincado aquele dia e ela disse o nome das amigas e me falou quais as que ela mais gostava (muda todo dia porque de fato ela não tem só uma amizade na sala, se dá bem com todas as meninas, segundo a professora). Aí de repente ela me solta: "mamãe, o amigo que eu mais gosto é o Gustavo." Eu perguntei porque e ela respondeu: "porque ele é o menino mais bonito de todos!". O interessante é que em relação ao Gustavo ela não muda de opinião. Em outra ocasiões perguntei de forma despretenciosa e ela continuou com o mesmo discurso: ele é o mais bonito.

Imagem retirada de:
comunidade-amiga.blogspot.com

Eu não fico incentivando mas também não corto o barato dela. Acho que isso faz parte do desenvolvimento normal das crianças. Claro que é bem diferente da criança que quer namorar e leva isso a sério. Aqui estamos falando apenas de admiração e afinidade entre duas crianças e a palavra amor é usada num contexto de pureza, carinho e amizade. Não existe um relacionamento diferenciado entre eles e nem qualquer tipo de compromisso. E o que vou fazer a respeito das paixões dela? Vou apenas guardar as lembranças das primeiras paixões, para contar a ela no futuro. Com certeza, renderão boas risadas!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 28 de maio de 2012

2ª Festa do Pijama na MInha Casinha Feliz

Ano passado tivemos a primeira experiência de uma amiguinha dormindo em casa com a Julia. Na sexta-feira passada, tivemos a 2ª Festa do Pijama na Minha Casinha Feliz. Julia convidou a Aninha, a melhor amiga dela do ballet (palavras da própria Julia), pra dormir aqui em casa.

Aninha é da mesma idade da Julia, fazem ballet e sapateado juntas e estudam na mesma escola, em salas diferentes. Desde o início elas tiveram uma afinidade grande e sempre ficam brincando e conversando após as aulas.

Na quinta-feira, então, surgiu o convite feito pela própria Julia e na sexta a Aninha veio pra cá. Julia passou o dia na maior ansiedade e não podia nem considerar a possibilidade da amiga não vir. Eu conversei com ela e expliquei que talvez a Aninha sentisse saudades da mamãe dela e não quisesse ficar pra dormir, que ela talvez brincasse um pouco e quisesse voltar pra casa, mas a Julia não podia nem pensar nisso.

Na sexta nos encontramos no ballet e a Aninha veio conosco. A Fernanda, mãe dela, perguntou inúmeras vezes se ela queria vir mesmo e ela sempre afirmando que sim. Mais tarde, ela falou com a mãe ao telefone e respondeu que não queria ir pra casa e nem estava com saudades. Essa é do time da Julia!

Imagem retirada de:
qualomal.blogspot.com


Elas brincaram um pouco, tomaram um banho gostoso e comeram pizza, mas estavam cansadas (nenhuma das duas dormiu de dia) e quiseram ir dormir cedo. Só quiseram. Foram para o quarto, prontas pra dormir, de dentes escovados mas não dormiram. Conversaram, contaram histórias, pularam, marcharam....... uma farra. Deixei as duas sozinhas no quarto e fiquei escutando pela babá eletrônica. Me vieram à mente lembranças muito boas de quando eu fazia esse tipo de farra com minhas primas... era tão gostoso!!!! Depois resolveram assistir filme e a Aninha adormeceu primeiro, logo depois foi a vez da Julia.
 
No dia seguinte ainda brincaram bastante e nem a Aninha queria ir pra casa, nem a Julia queria que ela fosse. E as duas ainda combinaram de fazerem programas assim mais vezes, revezando as casas (praticamente duas adolescentes de 4 anos decidindo as próprias vidas, eu posso com isso?).

O bom dessa experiência é que fortalece os vínculos de amizade da Julia e dá a ela a possibilidade de brincar em casa com outras crianças e não só com adultos. Também tivemos menos ciúmes dessa vez, ela está aprendendo a dividir brinquedos e atenção (espero!). Além disso, Claudio e eu queremos sempre a casa cheia de amigas e amigos. Queremos conhecê-los de perto, saber quem são, nos relacionar com seus pais. E quero que se sintam à vontade aqui em casa, como meus amigos sempre se sentiram na casa da minha mãe. Acho que isso fortalece os vínculos entre pais e filhos e nos possibilita fazer parte do mundo deles.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 23 de maio de 2012

A Festa AZUL da minha Princesa!

Julia completou 4 aninhos quarta-feira passada. Não fizemos festa em buffet como no aniversário de 3 anos, mas também não poderíamos deixar passar em branco, né?

Logo que o aniversário de 3 anos passou, ela falou que no de 4 anos queria o tema Branca de Neve e eu já comecei a fazer as artes, adorando o colorido do tema. Mas, uma criança dessa idade muda de idéia a cada minuto, né? Então, no começo do ano, ela decidiu que o tema seria Cinderela. De início eu não gostei muito, mas depois vi que o tema ficaria lindo e delicado.

Como o vestido da Cinderela é azul, fiz tudo azul e branco. Já vi algumas festas de Cinderela com tons de rosa ou lilás, mas acho que descaracteriza a personagem.

Julia amou a festa, ela gosta bastante de azul e aqui em casa não temos essa coisa de "cor de menina" e "cor de menino". Engraçado que quando vamos ao shopping, quando tem carrinhos pra ela usar, ela normalmente escolhe os carrinhos azuis e, claro, todo mundo fica olhando...

Enfim, a festa azul não era problema pra ninguém. Nós então mergulhamos na fantasia e aí foi mãos à obra: fiz toda a mesa (a parte de decoração) para a festinha na escola e a festinha em casa.

Na escola, fizemos no dia mesmo do aniversário. A festinha foi rápida, coisa de 40 minutos mas ficou tudo muito bonitinho e ela curtiu bastante.

No sábado passado, fizemos outra em casa. Não foi propriamente uma festa, eram só familiares muito, muito íntimos, mas ela ficou igualmente feliz.

Tudo feito pela mamãe!

Já estou com saudades de planejar e executar tudo!

Na escola
Em casa... estava com sono mas não se entregava!



A mesa, como já disse, eu que fiz com muito amor. Tive muito trabalho, não ficou perfeita mas ficou delicada como eu queria e eu adorei fazer um "mundo azul" para a minha princesa linda! Já estou começando a pensar no próximo, segundo ela, o tema vai ser Ariel....
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Domingo é dia de cinema: Piratas Pirados!

Ontem fomos ao cinema em família, um programa bom demais! Aproveitamos que a Julia, por influência do primo Artur, adora piratas e fomos ver Piratas Pirados.

Imagem retiradas de: cinepop.com.br
O filme é muito divertido e bem feito, gostamos muito. Mas, fomos assistir em 3D e a Julia se cansou um pouco dos óculos. Na verdade, eu confesso, eu também cansei um pouco. Não sei se foi por causa dos meus óculos de grau por baixo, mas no meio do filme eu comecei a ficar um pouco incomodada. Julia então tirou os óculos por um tempo e depois colocou novamente e depois tirou de novo..... mas prestou atenção ao filme todo (o finalzinho ela assistiu em pé, no corredor, acho que estava cansada de ficar sentada).

Aconselho o filme pra quem tem criança (vale filho, sobrinho, primo, o filho da vizinha ou a criança dentro de você). É uma animação bem feita e o filme não é muito longo (1h e 28min) mas se você for com uma criança pequena (talvez menos de 6 anos), procure não ir às sessões 3D (pesa no bolso e a criança não curte tudo).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Minha Princesa completa 04 aninhos!

Hoje minha princesa completa 04 aninhos! Nossa, como passou rápido...... um dia desses ela era um bebezinho indefeso e hoje é uma criança muito esperta, que me surpreende todos os dias.

Aos 4 anos, Julia está mais falante do que nunca. Não se cala um minuto: fala com as bonecas, com o vidro de shampoo, com o saco de arroz, com a caixa de sabão em pó.... o negócio dela é falar, falar, falar e me enlouquecer com tanto falatório!

Adora dançar e representar, se acha uma artista! Está fazendo ballet e sapateado e ama as aulas. Na escola vai muito bem e já fez boas amizades. Ela é meiga e carinhosa com os amiguinhos e com as professoras.

Imagem retirada de: latestgifts.co.uk


Em casa também é super carinhosa, me acorda com beijinhos e gosta de ser acordada com beijinhos e com uma música especial que inventei para esse momento, quando ela ainda estava com dois aninhos. Tem uma risada gostosa que acaba com qualquer mau humor, mas também é bem zangada quando é contrariada. Teimosa como ela só, acha que sabe mais que eu e adora discutir comigo (Jesus, dai-me paciência, redobrada!).

É cheia de argumentos, não esquece uma promessa que seja feita pra ela (e cobra!), espalha brinquedos pela casa inteira, é grudada comigo e não me deixa em paz nem pra usar o banheiro. Tá, eu confesso, eu amo e odeio esse grude. 

Ao mesmo tempo que é grudada em mim, é super independente. Dorme fora de casa numa boa e adora passear seja com quem for!

É super vaidosa, quer escolher roupa e sapato todo dia, define o penteado para todas as ocasiões, dá pitaco nas minhas roupas, ama maquiagem, só quer andar de unhas pintadas. Ao mesmo tempo, é super moleca, corre, sobe em tudo, brinca de luta com o primo, se veste de monstro, de homem aranha, de cowboy...

Está numa fase muito gostosa, cheia de amiguinhas com as quais tem uma relação muito bonita. Abraça as amigas com aquela sinceridade que só as crianças tem. Está também numa fase de segredinhos e vive falando baixinho no meu ouvido segredos "só nossos" que vão desde "mamãe, não quero mais comer" até "mamãe, eu te amo". Adoro ouvir esses segredinhos sussurados!

Filha, se eu pudesse eu te congelaria assim, aos 4 anos. Minha menina-moleca, minha menina-mulherzinha. Minha menininha dona do meu coração! Te amo incondicionalmente e desejo de forma visceral que você seja sinceramente feliz e realizada e que eu possa te acompanhar sempre, curtindo cada fase, cada conquista e oferecendo meu ombro e meu carinho quando você precisar. Que Papai do Céu te abençoe e te proteja sempre e que Maria Santíssima guie seus passos. Você é o milagre mais bonito que aconteceu na minha vida. Te amo hoje e sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 13 de maio de 2012

Para minha mãe e minha filha

Mãe...... como sinto saudades do seu abraço, do seu beijo, de suas palavras de apoio.... hoje, no Dia das Mães, vejo filhos celebrando suas mães e só sinto falta de nossos momentos de companherismo, de completo entendimento e também de desentendimentos...

É difícil te ter e não te ter. É difícil aceitar que aquela idosa frágil que não sabe mais quem eu sou é a minha mãe, aquela mulher que era forte, que era segura, que era amorosa, que era mãe e pai, que era amiga, que amava incondicionalmente, que impunha limites, que me mostrava o mundo e ao mesmo tempo me protegia dele.

Hoje vou te dar meu beijo, o melhor que eu conseguir, e o meu abraço. Sei que você não vai entender o significado desses gestos, talvez até nem goste de uma "estranha" lhe beijando, mas pra mim é importante. Não sei ainda por quanto tempo vou te ter, aliás, nem sei se posso dizer que te tenho, mas gostaria de saber aproveitar melhor esse tempo que ainda temos, mas confesso que não consigo.

Mãe, me inspiro em você para tentar ser uma mãe melhor. Estou longe, muito longe de ser a mãe que gostaria de ser. Me falta sua paciência, sua serenidade, sua leveza. Quando me vejo sufocada, penso em como você conseguiu se levantar a cada vez que a vida quis lhe derrubar e em como estava sempre lá, inteira pra nós. Aí procuro ser igual. Te amo muito, mãe! Muito obrigada por tudo: por todo o amor, por todos os limites, por todos os carões, por me cobrar responsabilidade, por confiar em mim, por me incentivar, por me compreender e por me respeitar mesmo quando não me compreendia.

Imagem retirada de: ubeblogs.netubeblogs.net

Filha, aprendo a cada dia com você. Estou tentando ser uma mãe melhor, um pouquinho de cada vez. Ainda estou muito longe do ideal, mas sei que com sua ajuda vou conseguir. Gostaria de ser sempre uma mãe presente de corpo e alma na sua vida. Queria que você soubesse que pode contar sempre, sempre comigo, mesmo se estiver "encrencada". Não, isso não significa que vou passar a mão na sua cabeça, significa que estarei ao seu lado, dando meu apoio para que você encontre seus caminhos e suas soluções. Peço à Deus que você seja uma criança feliz e se torne uma mulher plena e realizada. E que você descubra que a felicidade é o caminho que traçamos todos os dias, que só depende de nós. Te amo muito, você é o meu grande presente de Dia das Mâes!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...