quinta-feira, 14 de março de 2013

Pérolas.... de novo!

Julia chegou da escola e eu pedi que ela tirasse os tênis e guardasse no lugar correto e colocasse as meias e a farda pra lavar. Depois de um tempo fui verificar se ela tinha feito como pedi e os tênis estavam no meio do quarto. Falei novamente: "Julia, vai guardar esses tênis que já pedi a você."

Ela então olhou pra mim, colocou as mãos na cintura e soltou: "mamãe, você está achando que eu sou uma empregada?"

Fiquei boquiaberta com o comentário. Primeiro que não fazemos esse tipo de comentário aqui e segundo que nem temos empregada doméstica pra passar o dia guardando tudo em seus lugares. Como não deixo passar esse tipo de comentário, rebati logo: "não, você não é empregada, você é minha filha, mora aqui em casa e como todos que moram aqui, tem que colaborar com a arrumação da casa."

***********************************************************************************

Outro dia fui chegando na escola com a Julia e uma amiguinha ía chegando na mesma hora. A mãe dessa amiguinha se despediu da filha no portão porque ía deixar a filha menor do outro lado. Julia vendo a amiguinha caminhar para o local da acolhida sozinha, soltou pra mim: "mãe, me deixa no portão!" Mas não foi um pedido infantil, foi entredentes, falando baixinho, tipo adolescente quando não quer andar com os pais no shopping..... fiquei arrasada....

Ah, mas mesmo ela pedindo, eu não deixo. Acho ela ainda muito pequena para eu simplesmente soltar no portão da escola. Além disso, faço absoluta questão de entregá-la na mão da professora (e receber ao final da aula da mão dela também). Inclusive uma vez chegamos um pouco mais tarde e uma coordenadora queria que eu deixasse a Julia na rampa para subir sozinha pra sala de aula (a sala dela é no primeiro andar) e eu me recusei, disse que subiria e só deixaria com a professora dela. Depois conversei com a coordenadora dela e deixei muito claro que só entrego a Julia na mão da professora. Faço isso não pra ser chata, mas para manter um hábito que dá segurança à Julia e também pra evitar problemas como uma amiga que o filho foi "perdido" dentro da escola onde estuda.... Se eu sempre entregar na mão da professora, a responsabilidade dela e da escola é maior do que seu eu simplesmente soltar uma criança que nem tem 05 anos ainda no meio de uma escola grande, né?

***********************************************************************************

Julia a caminho da escola, conversando sobre a irmã (fazendo mil planos de como vai cuidar). De repente ela solta: "mamãe, eu vou cuidar da Alice melhor que você e o papai."

E eu sou besta de rebater???

***********************************************************************************

O poder da propaganda: eu estava conversando com o Claudio dizendo que precisava comprar toalhas de banho pra a Julia porque as dela estavam manchadas, feias mesmo. Ela então, do alto dos seus 4 anos, com toda a sabedoria que lhe é peculiar, entra na conversa e diz: "mamãe, tem um negócio ótimo pra manchas. É um produto que você compra. Ele é rosa e a tampa é rosa também, eu vi no Discovery Kids."

Na mesma hora minha ficha e meu queixo caíram. Ponto para o Vanish!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

Marayza disse...

kkkkkkkkk um negócio rosa que tira manchas! A-D-O-R-E-I!!!

Essa crianças de hj heim?

beijos

Larissa Andrade disse...

kkkkkkkkk eu me divirto com as pérolas da Júlia...muito criativa!!!
bjos,
Larissa Andrade.

http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

Myriam Scotti disse...

Rindo alto dessas pérolas da Júlia!!! As crianças são surpreendentes mesmo!!

Sarah disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk essa Julia nao existe!!!