sexta-feira, 21 de outubro de 2016

A primeira noite fora de casa: noite do pijama na escola!

Alice passou sua primeira noite fora de casa. Aos 3 anos e 3 meses, participou da Noite do Pijama na escola. 

Quando eu recebi a circular informando que haveria noite do pijama, fiquei super feliz. Embora as meninas sejam muito apegadas comigo e eu com elas, gosto que elas sejam seguras e tenham autonomia e acho essa uma excelente oportunidade para trabalhar essas duas coisas. Comecei então a trabalhar a cabecinha da Alice pra isso, contando que ela ía pra escola à noite, ía brincar com os amiguinhos e ía dormir lá com eles.

Eu não tinha muita expectativa de que ela fosse dormir lá. Alice não dorme fácil, é mais grudada comigo que a Julia e fazia uma semana que tinha tirado a chupeta (não foi planejado, mas não podia perder a oportunidade). Com muita frequência ela adormece embalada no meu colo, na cadeira de balanço e na escola teria que deitar e dormir no seu colchãozinho. Mesmo sem muita expectativa, segui em frente com o plano de levá-la para a noite do pijama porque achei que a tentativa era válida e ela ía se divertir com as brincadeiras antes da hora de dormir.

Para minha surpresa, no dia da Noite do Pijama, ela estava super animada, só falava nisso. Arrumei a mochila dela e fomos para a escola. No caminho ela me perguntou se estávamos indo para a escola mesmo e começou a inventar uma música sobre a Noite do Pijama (só lamento não ter conseguido gravar). Chegou toda animada, numa excitação impressionante. Corria, abraçava os amigos, subia nos brinquedos do parquinho, fazia pose pra foto.... Na hora em que fui embora (fiquei até o último minuto possível, observando a alegria dela), ela nem me deu bola.... 

Saí de lá e fui aproveitar a noite com o Claudio (a Julia foi pra festa do pijama também, na casa da amiga - beijo, Naiana!). Celular o tempo todo na mão, imaginando que ía receber uma ligação da escola pra ir buscá-la.

Mas, pra minha surpresa, nada de ligação! Ela brincou muito e dormiu a noite toda. Acordou de manhã choramingando, mas logo parou (ela faz isso em casa, todos os dias). Quando fui pegá-la, não contive as lágrimas: era um misto de saudade e orgulho da minha pequena já tão independente. Ela amou a experiência, me contou toda animada o que fez por lá. Soube também pelas professoras que ela curtiu muito: dançou, desfilou e até se meteu nas atividades de crianças maiores! 

Agora, uma semana depois, ela ainda conta toda feliz o que fez lá e me pede quase todos os dias pra ir para outra festa do pijama na escola. Ponto para a autonomia e independência! E ponto para o nosso grude e o colo que ela tem sempre que quer. Ao contrário de tornar a Alice uma criança manhosa, fez dela uma criança segurança!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário: